comidacomidacomida
15 fevereiro 2017           CategoryDestaques, Notícias

Brasileiros doam 54 toneladas de alimentos para Haitianos

O povo haitiano que vive em condições miseráveis desde o terremoto que assolou o país, em 2010, vai receber 54 toneladas de alimentos doados por brasileiros. A ação é parte da campanha Alimente a Esperança, ajude o Haiti, realizada pela Associação e Fraternidade São Francisco de Assis na Providência de Deus em parceria com a Arquidiocese do Rio de Janeiro, após a passagem do furacão Matthew no país, que deixou 62 mil pessoas desabrigadas e cerca de mil mortos em outubro do ano passado.

Todo o alimento arrecadado (arroz, feijão, açúcar, farinha, fubá e macarrão) está acondicionado no Hospital São Francisco na Providência de Deus, que fica na Tijuca, e será transferido para dois containers nos dias 13 e 14 de fevereiro. “A partir das 7h30 de cada dia, cerca de 50 voluntários farão uma corrente humana para organizar os alimentos para o embarque no navio, que partirá do cais do porto no dia 18”, explicou Frei Paulo Batista, coordenador da campanha. A previsão é de que os alimentos cheguem ao Haiti na segunda semana de março.

A importância da continuidade da mobilização é lembrada pelo coordenador da campanha: “Apesar de os brasileiros darem uma demonstração de amor e solidariedade ao próximo, a situação do povo do Haiti é muito desoladora. Esses alimentos renovarão a esperança do povo haitiano por uma vida melhor. Portanto, precisamos continuar essa sensibilização”.

Novas doações

As doações de alimentos não perecíveis podem ser feitas em qualquer paróquia ou na diretamente no Hospital São Francisco na Providência de Deus, que fica na rua Conde de Bonfim, 1.033, na Tijuca. Doações em espécie também são aceitas. Os depósitos devem ser feitos em nome da Cáritas – Arquidiocese do Rio, banco Bradesco, agência 0814-1, conta corrente 48500-4.

Obra social

Desde 2011, a Associação e Fraternidade São Francisco na Providência de Deus mantém no Haiti um projeto missionário que leva alimentação, atendimentos em saúde e educação para a população local. Atualmente, mais de 650 pessoas são assistidas diariamente na Missão, além de quase 200 famílias que recebem cestas básicas. Semanalmente, médicos e enfermeiros atendem crianças e gestantes, que levam para casa os medicamentos necessários ao seu tratamento. Para quem passa pelo local, cerca de dois mil pães, enriquecidos com uma multimistura que ajuda a combater a desnutrição, são distribuídos todos os dias. “O pão substitui o Té, um biscoito feito de barro que os haitianos usavam para enganar a fome”, lembra um dos responsáveis pela Missão no Haiti, Frei Gabriel Alves.

Há cerca de cinco meses, a Associação inaugurou um novo Centro de Nutrição, com capacidade para realizar até 60 atendimentos simultâneos. O espaço recebeu o nome da Dra. Zilda Arns, pediatra brasileira que fundou a Pastoral da Criança e que morreu no Haiti, onde estava em missão humanitária na época do terremoto.

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someone

Deixe seu comentário:

*

Seu email não será publicado.

© 2014 Tarde com Maria